Fim do suporte do Windows Server 2003

Eduardo Passos Licenciamento de software 0 Comments

O fim do suporte para o Windows Server 2003/R2 está marcado para dia 14 de Julho de 2015 e muitas empresas ainda o usam como sistema operacional de seus servidores. Este é um assunto que os responsáveis pelo departamento de TI devem se preocupar e tratar como prioritário para o primeiro semestre de 2015.

Utilizar um sistema operacional sem suporte pelo fabricante, pode colocar suas aplicações ou mesmo sua empresa em risco. Atualizações de segurança deixarão de ser oferecidas pela Microsoft, a equipe de engenharia da Microsoft também não dará mais suporte para nenhuma solução ou ambiente que esteja baseado em servidores com Windows Server 2003/R2 e mesmo terceiros deixarão de suportar esses ambientes.

O caminho natural é migrar para o Windows Server 2012 R2 e neste artigo destacamos as razões de por que este é o correto a ser feito.

Por que migrar para o Windows Server 2012 R2 ?

Windows Server 2012 R2 traz uma série de novas funcionalidades que melhoram consideravelmente a funcionalidade do sistema operacional. Muitas dessas melhorias expandem as capacidades existentes do Windows Server 2012.

Work Folders

A popularidade dos smartphones, tablets, laptops e outros dispositivos móveis tem levado algumas empresas a adotarem a política de Traga Seu Próprio Dispositivo (BYOD), permitindo que os funcionários usem seus dispositivos pessoais para a realização de negócios e acesso de recursos da empresa. No entanto, uma política de BYOD pode apresentar uma série de desafios:

  • A segurança de dados de uma empresa entra em questão. Como lidar caso o dispositivo seja roubado?
  • Armazenar dados do usuário somente no disco rígido local de um laptop ou tablet é ineficiente. Por exemplo, você não pode controlar backups, o que significa que os dados podem ser perdidos se o disco rígido para de funcionar.
  • Os usuários muitas vezes têm mais de um dispositivo (por exemplo, usando um laptop e tablet, usando um tablet e um smartphone), por isso pode ser difícil manter estes dispositivos em sincronia. Como solução, os usuários costumam usar o Microsoft OneDrive, Dropbox, Google Drive, ou um serviço de nuvem semelhante para armazenar e manter seus dados em sincronia em todos os dispositivos que utilizam. No entanto, estes serviços são projetados principalmente para os dados pessoais, não dados de negócios. Usuários que armazenam dados de negócios em qualquer um desses serviços pode representar um risco de segurança significativo. Além disso, os administradores não podem controlar o comportamento desses serviços em computadores particulares. Isso faz com que esses serviços se tornem difíceis e inconvenientes implementar em um ambientes de negócios.
  • Os usuários que estão executando computadores móveis (por exemplo, laptops, tablets) que ingressaram em um Directory Domain Services (AD DS) ativo da empresa, muitas vezes precisam acessar os dados da empresa enquanto estão offline. No Windows Server 2012 e versões anteriores do Windows, arquivos off-line são usados ​​principalmente para manter os dados importantes disponíveis localmente no computador do usuário, mesmo quando o computador não está conectado à rede. No entanto, arquivos off-line são sincronizados apenas quando o usuário está conectado à rede local da empresa. Se os usuários estão off-line por um longo tempo, há uma boa chance de que eles estão trabalhando com dados antigos.

Para ajudar a superar esses problemas, a Microsoft implementou uma nova tecnologia chamada Work Folders no Windows Server 2012 R2. Esta tecnologia permite que os usuários tenham acesso aos seus dados de negócios, independentemente da sua localização, e permite que os administradores possam controlar as configurações da tecnologia e gerenciar dados do usuário.

Work Folders fornecem acesso aos dados mais recentes, não importa se os usuários estão localizados internamente ou externamente. Em outras palavras, o serviço de Work Folders está fornecendo quase mesma funcionalidade que os serviços em nuvem, mas com uma grande diferença, o serviço de Work Folders são gerenciáveis. Ao usar Work Folders, os administradores podem gerenciar os dados armazenados, bem como as conexões dos usuários as Work Folders. Os administradores podem aplicar a criptografia, controle de quais usuários podem usar essa funcionalidade, e aplicar as configurações de segurança sobre os dispositivos que utilizam este serviço, mesmo quem não é um membro do domínio.

Storage Tiering

Este é um recurso que melhora a tecnologia de Espaços de Armazenamento no Windows Server 2012 R2 e que combina o desempenho de discos de estado sólido (SSDs), com o menor custo de armazenamento dos discos rígidos (HDDs). Ela permite criar LUNs combinando discos SSD e HDD. Uma vez criado, o Windows Server 2012 R2 analisa IO de disco on-the-fly e mantém os blocos de dados mais acessados em discos SSDs que são mais rápidos, movendo os blocos de dados menos acessados para HDDs. Tudo de forma transparente para os aplicativos e usuários.

Write Back Cache

Quando você cria um novo volume de armazenamento no Windows Server 2012 R2, você também tem a opção de ativar algo chamado Write Back Cache. Este recurso deixa de lado uma quantidade de armazenamento físico, geralmente em um SSD rápido, para usar como um cache de gravação para ajudar a suavizar os altos e baixos de I/O durante as operações de uso intenso de gravação. Isto pode ser visto em um cenário típico de banco de dados, onde um grande volume de operações de escrita de disco pode exceder a capacidade do controlador da unidade de discos. O cache eliminaria todas as pausas causadas por um subsistema de armazenamento sobrecarregado.

Desduplicação

Esta nova função no Windows Server 2012 permite a eliminação de dados duplicados em seus discos de maneira que possa economizar até 95% do consumo de espaço de armazenamento.

A desduplicação no Windows Server 2012 funciona basicamente analisando o bloco do dado (permitindo por exemplo a eliminação de arquivos iguais mais com nomes diferentes e etc.), ao encontrar arquivos iguais, ele armazena somente um e cria um índice para os outros. Não há perda da integridade dos dados.

Experiência do Windows Server Essentials

A função Experiência do Windows Server Essentials está disponível no Windows Server 2012 R2 Standard e Windows Server 2012 R2 Datacenter. Quando você instala a função de Experiência do Windows Server Essentials, pode tirar proveito de todos os recursos que estão disponíveis no Windows Server 2012 R2 Essentials, sem os bloqueios e limites impostos pelo mesmo. A função Experiência do Windows Server Essentials permite que você:

  • Proteja o seu servidor e os seus dados, fazendo o backup do servidor e todos os computadores clientes dentro de sua rede de forma simplificada.
  • Gerencie seus usuários e grupos através da dashboard do servidor de forma simplificada. Além disso, a integração com o Windows Azure Active Directory permite o acesso de dados mais fácil para os usuários da Microsoft de serviços on-line (por exemplo, os usuários do Office 365, Exchange Online, SharePoint e etc) através de suas credenciais de domínio.
  • Armazenar os dados de sua empresa em um local centralizado.
  • A integração com o SharePoint Online permite criar e gerenciar bibliotecas do SharePoint através do Dashboard.
  • Utilize as funcionalidades de acesso em qualquer lugar no servidor (como redes virtuais privadas e Remote Web Access) para acessar o servidor, computadores de rede e dados de locais remotos de uma forma altamente segura.
  • Acesse os dados de qualquer local e em qualquer dispositivo, usando um portal web personalizado da empresa (através de acesso remoto da Web).
  • Gerenciar os dispositivos móveis que acessam e-mails da empresa usando o Office 365 através do Active Sync do Dashboard.
  • Monitorar a saúde da rede e obter relatórios de saúde personalizados. Os relatórios podem ser criados por encomenda, personalizado e enviado por e-mail para destinatários especificados.

Servidor Core sem GUI

Assim como no Windows Server 2008 e Windows Server 2008 R2, durante o processo de instalação do Windows Server 2012 é possível escolher um dos dois tipos de instalação: Instalação Server Core, onde não é instalada a Interface Gráfica do Usuário (GUI) ou servidor completo com a GUI . Um dos novos recursos mais interessantes no Windows Server 2012 é a capacidade de converter uma instalação completa com GUI em uma instalação Server Core e vice-versa, o que não era possível no Windows Server 2008 / R2.

Protocolo SMB 3.0

O SMB 3.0 (Server Message Block 3.0) é um protocolo que fornece uma maneira para que computadores possam ler e gravar arquivos em uma rede.

O SMB 3.0 foi originalmente introduzido com o Windows Server 2012 como SMB 2.2. O SMB 3.0 trás uma série de novos recursos:

  • Rebalanceamento automático de clientes do servidor de arquivos expandidos
  • Melhoria do desempenho do SMB Direct (SMB em RDMA)
  • Mensagens de evento SMB melhoradas
  • Arquivos VHDX como armazenamento compartilhado para clustering de convidado
  • Migração dinâmica do Hyper-V em SMB
  • Melhor gerenciamento da largura de banda do SMB
  • Suporte para várias instâncias SMB em um Servidor de Arquivos Expandidos
  • O SMB 1.0 agora é um recurso opcional

Novo Hyper-V

Este é o recurso que consideramos matador para determinar a migração do Windows Server 2003 para o Windows Server 2012 R2.

O novo Hyper-V vem incluído no Windows Server 2012 R2 e não necessita de nenhum custo adicional de licenciamento, diferente de seus concorrentes. Falando em concorrentes, esta nova versão do Hyper-V acaba com os argumentos da concorrência com relação a falta de recursos. O novo Hyper-V está alinhado com as melhores práticas de virtualização e ainda pode ser usado como um aliado na redução de custos de licenciamento de seus servidores.

Cada licença do Windows Server Standard 2012 R2 licencia automaticamente até 02 máquinas virtuais. Já o Windows Server Datacenter 2012 R2 licencia infinitas máquinas virtuais por host.

Mais informações do Hyper-V vs a concorrência aqui (PDF)

Próximos passos

O foco desse artigo é mostrar os benefícios que o uso do Windows Server 2012 R2 pode proporcionar a sua empresa. No próximo artigo iremos falar sobre como se preparar e planejar para a migração do Windows Server 2003 para o 2012 R2.