Portal para denúncia de pirataria de software

Cada vez mais os fabricantes de software apertam o cerco para diminuir o uso de software irregular no mercado.

A ABES e a BSA, que são associações das empresas produtoras de software, lançaram em conjunto um portal de denúncia de pirataria de software, com o objetivo de reduzir a pirataria de software em empresas e revendas do Brasil. As denúncias são anônimas e serão apuradas pelos advogados de ambas associações.

Algumas mídias como IDGNOW, Olhar Digital e outros, já publicaram a notícia. É importante que os gestores de TI fiquem em alerta porque agora a denúncia ocorre de forma bem mais simples, facilitando a vida de funcionários insatisfeitos e de concorrentes.

Quer se proteger com relação a isso? A Infobusiness pode ajudar a sua empresa a descobrir se esta regular com o licenciamento de software, evitando assim sanções financeiras e penais.

Comments 8

  1. Pingback: Uma alternativa ao AutoCAD

  2. Pingback: Uma alternativa ao AutoCAD | CooperaTI

  3. Pingback: Saiba o que tem na sua rede

  4. Pingback: Saiba o que tem na sua rede | CooperaTI

  5. Ja fiz dezenas de denuncias sobre a pirataria explicita no mercado livre mas tudo continua do mesmo geito, ate parece que existe conivência com algum órgão de combate.
    Mes passado procurei uma licença de um solft chamado promob e procurando onde comprar fui direcionado para o mercado livre onde encontrei vendas deste solft de R$24,00 a 110 reais. comprei o mais caro pois tinha garantia de ser original e com garantia, comprei e o que recebi foi uma copia pirata que não funciona em nenhum tipo computador fiz a reclamação e o que recebi de resposta foi que eu tinha que acertar com o vendedor, solicitei meu dinheiro de volta e fui informado que o caso teria sido encerrado, quer dizer o mercado livre ganha para anunciar, para vender e tambem para pagar atraves do mercado pago que não garante nada, pagar com o mercado pago não garante nada.
    Se fizer um tour no mercado livre vai encontrar milhares de anuncios de produtos piratas que e vendido normalmente, quem sera o dono deste negocio ? Policia precisa intervir e parar este tipo de mercado que ja funciona ha mais de 12 anos e continua ai, o telex free ficou so um ano e meio e foi parado, sera que não tinha alguem influente na direção? no mercado livre parece que tem.

    1. Concordo com o Francisco Carlos… o Mercado Livre ganha dinheiro através de comissões de software pirata. Um exemplo são os antivírus, principalmente o Kaspersky, que é muito utilizado e lá no Mercado Livre a FESTA CORRE FROUXA… Já fiz denuncias e ninguém faz nada… eu acredito que quem vende é alguém ligado dentro do Mercado Livre, com uma conta falsa. Porque todas denuncias não tem efeito nenhum. E todas perguntas que suspeite do software, eles removem. Isso só fomenta o crime!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *