Offline

Como proteger sua empresa de quedas de energia

Quem nunca passou pela sensação de aperto no coração, de total aflição, quando algo acontece bem na hora que não deveria? Acredito que todos nós, não é mesmo?

Imagine você trabalhando naquele projeto que levou horas com toda a sua concentração ou executando sua tarefa do dia e, de repente a falta de energia te interrompe. Imagine que situação desesperadora essa. Gostaria de estar pronto para esta situação? Então conheça o nobreak!

O Nobreak, nome utilizado no Brasil, para o termo universalmente conhecido como UPS (Uninterruptable Power System), foi desenvolvido para trazer segurança, ao símbolo de progresso indiscutivelmente mais importante da tecnologia, o computador.

Quando os computadores foram criados, no século passado, década de 40, eles eram equipamentos que ocupavam sala inteiras, além de serem produtos muito caros, necessitando de inúmeros cuidados operacionais. Houve então a necessidade de garantir que a confiabilidade das operações dessas máquinas fosse segura e sem interrupção do trabalho, devido aos diversos distúrbios elétricos.

Trabalhando nos bastidores, o nobreak condiciona que a ausência de energia, ou suas variações, não sejam fatores que possam interromper o andamento da operação e danos ao equipamento. Seu princípio é que o usuário não tenha que parar o trabalho por problemas externos. É um equipamento que está diretamente relacionado a qualidade de energia, permitindo que esta chegue mais limpa à carga.

Com o passar dos anos e o crescimento de sua visibilidade e aplicação, o nobreak tornou-se vital em outras diversas proteções, como no caso dos equipamentos hospitalares, de aeroportos, bancos e outros ambientes, conhecidos como aplicações críticas.

                                                                                                                                                                  

 

 

 

Ele é composto por um alto sistema tecnológico que o capacita armazenar energia e continuar a alimentar as cargas críticas ou anormalidade da fonte que a concessionária oferece. De acordo com sua qualidade e confiabilidade, como os modelos desenvolvidos pela APC by Schneider Eletric ,  contam com recursos complementares como o by-pass automático e manual, stand bye , gerenciamento, filtros de potência, transformadores isoladores, protetores contra surtos e descargas atmosféricas.

Seu principal componente indiscutivelmente é sua bateria, que garante o tempo de continuidade das operações. Elas geralmente são mais de uma e, de acordo com sua quantidade, tipo, qualidade e capacidade, elevam a autonomia da energia, de minutos a horas em condições de rede elétrica adversas. Além das baterias, os nobreaks contam também com os inversores e os filtros de linha.

Os filtros de linha, como o próprio nome nos sugere, agem como um “filtro”, só que contra os picos de tensão. Já os inversores têm a função de entregar a tensão que sai do nobreak compatível com a exigida pela carga. Exemplo: o equipamento que está ligado ao nobreak possui tensão de 220v, logo o nobreak precisa entregar essa tensão para o equipamento. A bateria interna do nobreak possui tensão de 24v, passando pelo inversor, essa tensão é transformada em 220v, elevando a baixa tensão dos painéis da bateria até a carga exigida. Os inversores também possuem a função de transformar a corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA).

Existem diferentes tipos de nobreak disponíveis no mercado nos dias de hoje, que ganharam mais visibilidade com o avanço tecnológico e drástica redução de preços. Por isso, na hora de comprar o seu, é fundamental que saiba exatamente qual equipamento utilizar, de acordo com a situação e aplicação, além de algumas informações técnicas essenciais que você pode conferir neste ->  [GUIA RÁPIDO] COMO ESCOLHER O NOBREAK QUE EU PRECISO?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *