Azure Backup

Tudo que você precisa saber sobre Azure Backup

Eduardo Passos Armazenamento e backup 0 Comments

Você tem certeza que pode contar com o backup dos dados de sua empresa ? Ele está em um local seguro contra qualquer incidente que possa acontecer ? E se precisar dele, você tem certeza que poderá contar com esse backup? Continue lendo este artigo e veja porque você deve pensar em backup na nuvem e como o Azure Backup pode garantir a disponibilidade de seus dados por um custo baixo.

Indo além do backup em rede tradicional

As empresas geram uma quantidade enorme de dados diariamente. São informações comerciais armazenadas em bancos de dados SQL, e-mails importantes, servidores de arquivos com documentos essenciais para o dia-a-dia do negócio, e muitas outras informações que precisamos garantir que em hipótese nenhuma sejam perdidas. Por isso o backup é fundamental.

Eu tenho certeza que na sua empresa você já tem alguma política de backup. Talvez você simplesmente conecte um disco externo a um servidor e use algum tipo de software de backup para copiar os dados de outros dispositivos em sua rede para este disco externo. Isso é o que chamamos de backup em rede.

Outras empresas tem políticas de backup mais sofisticadas, utilizando softwares de backup corporativos como os desenvolvidos pela Arcserve ou Veeam. Além do software, empresas assim tem também storages e tape drives para armazenar seus backups.

Mas saiba que não importa a ferramenta que utilize para fazer o backup. Se você não segue a regra do 3-2-1 suas informações podem estar em risco.

O que é a regra 3-2-1 para backup ?

A regra 3-2-1 determina o seguinte:

  • Ter pelo menos 03 cópias dos seus dados;
  • Armazenar estas cópias em mídias diferentes;
  • E manter uma das cópias off-site, ou seja, fora do ambiente da sua empresa.

Veja abaixo um gif animado criado pela Veeam que ilustra o que eu falei.

Regra 3-2-1 do backup para empresas

Por que essa regra é importante ?

Imagine que seus dados estão armazenados no disco do seu servidor, e o backup desses dados está armazenado em um disco externo, conectado a porta USB deste mesmo servidor. Considere que ambos são discos com características semelhantes, e suas chances de falhas são estatisticamente independentes (eles não têm causa de falha em comum).

Agora vamos fazer um pequeno exercício:

Imagine que o disco do servidor (disco 1) tem uma probabilidade de falha de 1/100 e que o disco externo usado para backup (disco 2), tem também a mesma probabilidade de 1/100 de apresentar alguma falha. Considerando estes dados, a probabilidade de falha em ambos os dispositivos ao mesmo tempo é:

1/100 * 1/100 = 1/10.000

Agora imagine que além destes discos você tem mais um disco em outro servidor (disco 3) onde replica uma segunda cópia do backup, com características semelhantes aos outros discos e que suas chances de falhas são também estatisticamente independentes. Sua probabilidade de falhas também é de 1/100. Vamos refazer a conta considerando este novo disco e nova probabilidade de falhas em todos os discos ao mesmo tempo:

1/100 * 1/100 * 1/100 = 1/1.000.000

Por isso é importante ter mais cópias dos seus dados, você diminui muito as chances de haver uma perda total das informações.

Mas não adianta só ter mais duas cópias do seu backup se elas estão armazenadas no mesmo tipo de mídia e no mesmo local. Se ocorrer um incidente como um incêndio ou inundação? De nada vai adiantar o backup.

Então, qual o local mais seguro para armazenar os backups?

Conheça o Azure Backup

O Azure Backup é uma excelente opção para automatizar o seu backup para nuvem. Com ele é possível fazer backup tanto de servidores locais como de servidores virtuais de sua rede ou VMs do Windows Azure.

Abaixo destaco o porque a eu opto por indicar o Azure Backup para clientes que precisam de uma solução de backup na nuvem.

  • Pague pelo que consumir: A cobrança do Azure Backup é feita por instância protegida, ou seja, para cada máquina ou VM que for protegida. Isso diminui substancialmente os custos com infraestrutura de backup. Mais informações aqui.
  • Alta disponibilidade: A Microsoft tem um SLA de 99,9% de garantia dos seus dados.
  • Segurança: Toda a comunicação entre o agente local e o Windows Azure é feito de forma criptografada. Além disso, os dados são armazenados de forma criptografada garantindo ainda mais a segurança.
  • Mais redundante: Quando você envia o seu backup para a nuvem do Azure você pode optar por armazenar ele de forma redundante no datacenter para onde você está enviando o dado ou replicar ele para outros datacenters do Azure, garantindo ainda mais a disponibilidade do seu dado.

Utilize o Azure Backup para começar a aplicar a regra do 3-2-1 no seu backup. Use-o como opção para ter uma cópia extra do seu backup armazenada em um ambiente externo ao da sua empresa.

O que é possível fazer backup com o Azure Backup?

É possível fazer backup de servidores locais com Windows Server 2012, VMs do Hyper-V e VMware com Windows Server ou Linux, máquinas virtuais no Azure (Windows ou Linux), Servidores SharePoint, SQL Server, Servidores Exchange e até mesmo máquinas com Windows no desktop. Veja abaixo uma imagem que ilustra os componentes do Azure Backup.

Componentes do Azure Backup

Conclusão

Agora olhe para sua estrutura de backup e pense. Por que você ainda mantém o seu backup armazenado somente dentro do seu datacenter?

Talvez você até faça o backup em fita e envie a fita para a casa de um diretor ou mesmo paga para armazenar a fita em off-site storage. Mas este tipo de abordagem ainda é muito antigo e pode ser até mais caro que usar uma nuvem pública como o Azure.

Lembre-se, você precisa seguir a regra do 3-2-1. Quanto mais cópias do seus dados, menor a probabilidade de perdê-los. Mantenha pelo menos uma cópia dos arquivos de sua empresa em um ambiente externo ao da sua empresa.

Webinar sobre Azure