fbpx

Novo Edge é oficialmente lançado

Hoje a Microsoft está lançando oficialmente o novo Edge que é o seu novo navegador baseado no projeto de código aberto Chromium, o mesmo projeto que o Google se baseou para fazer o Chrome.

Quando falamos de navegador da Microsoft, principalmente para os mais antigos, logo vem a mente o Internet Explorer que sempre foi alvo de muitas críticas por sua instabilidade e por não usar os padrões da web.

Mesmo assim, por muitos anos o IE foi o navegador mais usado até o Google lançar o Chrome, que era aderente aos padrões web mais modernos e proporcionava uma experiência melhor de navegação.

Em 2015 a Microsoft tentou se tornar relevante novamente no mercado de browsers lançando o Edge com uma nova engine proprietária chamada EdgeHTML.

De fato, o Edge se mostrou uma opção muito melhor que o Internet Explorer mas ainda estava defasado dos navegadores mais utilizados pois não tinha recursos como instalação de extensões, sincronismo de histórico, senhas, favoritos e outros recursos.

Finalmente em 2018 a Microsoft anunciou o desenvolvimento de uma nova versão do Edge baseada no Chromium e na sua engine de renderização, somente adicionando melhorias desenvolvidas pela Microsoft.

O que esperar do novo Edge?

O novo Edge tem como foco ser um navegador leve e seguro, além de ter recursos que permitam mais produtividade.

Você pode escolher o layout do navegador e como ele deve se comportar ao abrir uma nova página ou tab.

Está previsto a integração com os serviços do Office 365, inclusive um recurso interessante chamado de Collections que torna mais fácil coletar, organizar, compartilhar e exportar conteúdo da Web para o Word ou Excel.

Os recursos de privacidade também são muito interessantes. Você pode controlar o nível de dados que são coletados sobre a sua navegação, podendo até impedir que você seja alcançado por campanhas de remarketing. Outro grande recurso é a integração com o Windows Defender SmartScreen para proteger a sua navegação e impedir o acesso a sites perigosos ou que foram contaminados.

Estão presentes também recursos que já existiam em navegadores modernos como o uso de extensões, por exemplo. A Microsoft tem a sua própria loja de extensões, mas ela permite que você use a Chrome Store e instale extensões do Chrome no novo Edge.

E o desempenho como ficou?

O que muitos usuários do Chrome reclamam é o seu consumo absurdo de memória.

Eu venho usando o novo Edge desde a sua versão Beta e percebi que ele realmente me pareceu mais leve que o Chrome, mesmo quando tinha muitas abas abertas.

Também achei a renderização das páginas mais rápido que no Chrome ou no Firefox e não encontrei nenhuma incompatibilidade com algum site.

De fato, testes de benchmark feitos pelo mercado tem comprovado que o novo Edge é um navegador com melhor desempenho na maioria dos casos.

Se você usa Windows 10 o próprio Windows Update irá instalar o novo Edge automaticamente. Caso não queira esperar, basta fazer o download aqui

Eduardo Passos
Eduardo Passos
Diretor de serviços e produtos na Infobusiness Informática, com mais de 12 anos de experiência no mercado de TI brasileiro.

Deixe seu comentário